Relacionamento

Casamento & chuva

25 janeiro, 2017

Chuva no dia do casamento significa fertilidade, renovação, sorte e muito amor!

Quem me conhece sabe que eu adooooooro um casamento! Já casei, já coloquei a mão na massa para fazer alguns casamentos e já fui em muitos… E quem sabe casarei de novo!

Já vi de tudo um pouco: vestidos bufantes, noiva sexy, noivo nervoso, mãe de noiva desmaiando, sogra estressada, noivo que entrou com cachorro, Djs e bandas de todos os estilos, salões bacanudos, decorações temáticas, buquês discretos, buquês chamativos, buquê de arruda, festa com champanhe francesa, festa que acabou a comida, festa que me diverti até o sol raiar e outras que é melhor nem comentar. Já chorei de estragar a maquiagem, aliás, eu sempre choro um pouco!  

Na minha opinião toda mulher no fundo no fundo quer casar e sonha com esse dia.

No último sábado fui para mais um casamento, só que esse entrou para a lista dos mais especiais.

Fabiane & Cris

A Fabi é uma pessoa muito querida, batalhadora e sonhadora. Lembro das primeiras conversas sobre seu casamento…. Ela ainda em dúvida se faria festa ou não pois não queria gastar muito. Eu e as meninas da Natura começamos um movimento #CasaFabi e foi lindo ver a concretização do sonho dela. Criamos um grupo no Whats, fizemos uma visita técnica no salão da festa e na igreja e cada uma ajudou com o quê e como pode.

Todas nós, nos sentimos parte daquele dia inesquecível e esse espírito colaborativo no momento tão importante para uma noiva, certamente fez toda a diferença.

Eu me propus a levar a noiva até a igreja. Mandei lavar o carro para estar bonitão e fiz questão de levar um cooler com champanhe para tornar o momento ainda mais especial!

A aventura começou com uma chuva torrencial que durou o dia inteiro. O casamento foi em Itaquera, zona leste e eu moro na zona oeste, portanto tive que atravessar a cidade. Liguei o Waze e o tempo inicial de 1h05, finalizou em 1h20, pois erramos o caminho e o trânsito estava terrível… Pelo WhatsApp eu trocava mensagens com a noiva que, (pra variar) estava atrasada e nervosíssima. Eu também acabei ficando um pouco nervosa com toda a situação, mas me mantive firme ao chegar no espaço que ela estava se arrumando. Ela ainda fazia maquiagem e precisava finalizar o cabelo. Comecei a agilizar, colocando brincos, colar, passei perfume nela e enquanto isso a Cinara (nossa amiga que estava na igreja), ligava desesperada dizendo que a cerimonialista estava estressada pra começar, pois haveria outro casamento na sequência. Imaginem só a minha situação, pois não queria deixar a Fabi nervosa mas teve uma hora que eu disse “chega” para o maquiador e falei vamos vestir a Fabi ou não vai ter casamento!

IMG_0845

Ao entrar no carro a noiva ficou feliz com a “champanhezinha” que foi providencial para dar uma “quebrada” na tensão! Como não fui dirigindo, confesso que também tomei! Ufa… Quando finalmente chegamos, a chuva tinha dado uma trégua, as fadas madrinhas Jack, Dani, Cinara e Carlinha estavam lá segurando a onda, todo mundo ajudou a Fabi se posicionar  e foi uma emoção só sua entrada na igreja (com 1 hora de atraso!)… E o mais importante: O amor estava presente e preencheu nossos corações.

IMG_1419

Após a cerimonia levei os noivos para o salão e aí o clima no carro já era de muita festa e alegria, desde o percurso da igreja até a balada, pude sentir uma energia muito boa no casal. O Cris tinha passado mal e não sabia explicar direito o que era. Achei bonitinho, simplesmente devia ser ansiedade pelo casamento e imaginem só que ele ainda teve que esperar a Fabi durante 1 hora, tipo: “Será que ela vem?” rs…

fabi3

Chegando no salão pude ver a decoração linda (toda feita por amigas). A trilha sonora, melhor impossível: o bom e velho samba ao vivo! Cerveja gelada, caipirinhas deliciosas e uma comidinha muito gostosa. Ah… os bem casados e o bolo maravilhosos, fundamentais para dar aquele “up” no final de festa.  Os convidados estavam animadíssimos, dançavam sem parar, comiam com prazer, bebiam felizes. Alegria e amor estavam no ar, mesmo!

fabi4

Às vezes, somos convidados para eventos chiquérrimos onde as pessoas estão super elegantes, falam baixo, dançam e comem pouco, a comida é sofisticada e a música é correta e os fornecedores são os mais “tops” do mercado e tudo corre bem, mas parece que falta algo…  No casamento da Fabi e do Cris a gente se sentia a gente mesmo. Eu falo por mim, dancei até o chão, pulei, ri alto, me emocionei, me diverti muito e fui embora extasiada. Cheguei em casa com os pés doendo de tanto dançar, com gostinho de ‘quero mais’ e acreditando no amor verdadeiro.

IMG_0862 2

Essa reflexão me acompanhou desde o momento em que deixei o salão até agora. Adoro uma frase que estampa alguns muros da nossa cidade: “As melhores coisas da vida não são coisas”. Não, não são mesmo. Ainda emocionada com toda a energia que recebi no final de semana, agradeço ao casal Fabi e Cris por permitir que a gente tenha vivido tudo isso com eles. Desejo muitas, muitas alegrias e muito amor e que momentos como esses sejam rotina em suas vidas. Aproveitem em Jeri!!!

Beijos da Alê!

ale_logo

You Might Also Like

2 Comentários

  • Reply Priscila 26 janeiro, 2017 at 13:49

    Que lindo esse post, Alê! A Fabi estava deslumbrante! Parabéns, meninas! <3

  • Reply Fabiane Pereira 26 janeiro, 2017 at 11:11

    Demais esse post! A festa foi realmente preparada com o maior carinho e do nosso jeito: churrasco, samba, família, amigos e muito amor. Obrigada por ter me ajudado na hora do desespero pelo atraso e por ter sido nosso Uber. Muito feliz que você foi, gostou e compartilhou no seu blog Alê. É sempre bom ser elogiada por alguém de bom gosto feito você. Nem esperava! Sucesso sempre Alê!

  • Deixe um comentário