Inspiração Relacionamento

É sobre amor…

9 agosto, 2017

O amor maduro somente aceita viver os problemas da felicidade.
Problemas da felicidade são formas trabalhosas de construir o bem e o prazer.

VIDEOS

O amor maduro não é menor em intensidade.
Ele é apenas quase silencioso. Não é menor em extensão.
É mais definido, colorido e poetizado.
Não carece de demonstrações: presenteia com a verdade do sentimento.
Não precisa de presenças exigidas: amplia-se com as ausências significantes.

O amor maduro somente aceita viver os problemas da felicidade.
Problemas da felicidade são formas trabalhosas de construir o bem e o prazer.
Problemas da infelicidade não interessam ao amor maduro.

O amor maduro cresce na verdade e se esconde a cada auto-ilusão.
Basta-se com o todo do pouco.
Não precisa nem quer nada do muito.
Está relacionado com a vida e a sua incompletude, por isso é pleno em cada ninharia por ele transformada em paraíso.
É feito de compreensão, música e mistério.
É a forma sublime de ser adulto e a forma adulta de ser sublime e criança.

O amor maduro não disputa, não cobra, pouco pergunta, menos quer saber. Teme, sim. Porém, não faz do temor, argumento. Basta-se com a própria existência.
Alimenta-se do instante presente valorizado e importante porque redentor de todos os equívocos do passado.

O amor maduro é a regeneração de cada erro.
Ele é filho da capacidade de crer e continuar, é o sentimento que se manteve mais forte depois de todas as ameaças, guerras ou inundações existenciais com epidemias de ciúme.

O amor maduro é a valorização do melhor do outro e a relação com a parte salva de cada pessoa.
Ele vive do que não morreu mesmo tendo ficado para depois.
Vive do que fermentou criando dimensões novas para sentimentos antigos, jardins abandonados cheios de sementes.
Ele não pede, tem.
Não reivindica, consegue.
Não persegue, recebe.
Não exige, dá. Não pergunta, adivinha.
Existe, para fazer feliz. 

AMOR QUE NÃO COBRA – Artur da Távola

 

Captura de Tela 2017-08-09 às 23.20.10

Artur da Távola foi advogado, jornalista, politico e atuou como redator e editor em diversas revistas. Foi colunista de televisão nos jornais Última Hora,[3] O Globo e O Dia, sendo também diretor da Rádio Roquette-Pinto. Publicou diversos livros de contos e crônicas. Távola apresentava o programa Quem tem medo de música clássica?, na TV Senado onde demonstrava sua profunda paixão e conhecimento por música clássica e erudita. No encerramento de cada programa, ele marcou seus telespectadores com uma de suas mais célebres frases: “Música é vida interior, e quem tem vida interior jamais padecerá de solidão.”Grande observador, escrevia textos “completos”, isto é, que esmiúçam toda uma realidade para alcançar algumas verdades. Fazia isso ao refletir sobre sentimentos, especialmente relacionados ao amor, mas também sobre condições como a juventude, a timidez ou a solidão. Os temas podem parecer batidos, mas é justamente pela originalidade de pensamento que Artur da Távola se destacava.  Fonte: Wikipedia

Eu adoro os textos do Artur da Távola e esse pareceu ilustrar perfeitamente o momento que estou vivendo. E não falo de “idade” não, JAMAIS, até pq me sinto muito jovem. O amor maduro pode ser vivido em qualquer idade, para isso é preciso ter respeito, valorização, presença, entrega, gratidão pelo que se tem, e principalmente, felicidade pelo que se está vivendo com alguém que abriu sua vida para “somar” e não “te fazer feliz” ou vice-versa.
Essa foto linda com meu amor, foi tirada pela minha enteada Julia, enquanto apreciávamos um lindo pôr do sol aos pés do Cristo Redentor, RJ.

Gostou do texto? Dá um like! Se tiver 30 segundos dá um “Oi” pra eu saber que passou por aqui. Se tiver 1 minuto se inscreve no blog assim você recebe aviso quando tiver post novo!

Beijos da,

ale_logo

You Might Also Like

14 Comentários

  • Reply Bell Rocha 17 agosto, 2017 at 08:11

    Inspirador , suave.
    A maturidade nos faz mais tranquilas, e isso significa paz interior, mesmo que fora haja provocações.

    • Reply Alê 2 outubro, 2017 at 11:57

      <3 <3 <3 exatamente Bell! Bjs

  • Reply Patricia 16 agosto, 2017 at 07:38

    Acho que nasci pra viver este amor maduro! Adorei o texto 😍

  • Reply Bruna Baitello 15 agosto, 2017 at 18:44

    Maravilhoso texto, ainda mais quando a gente se identifica!! Adorei! E que continue assim…

    • Reply Alê 2 outubro, 2017 at 11:25

      Obrigada Bruna, o texto é realmente incrível né!? E como você disse, melhor ainda quando nos identificamos com ele, rs beijos

  • Reply Edna Inoue 15 agosto, 2017 at 15:31

    Nao ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame pela admiração, pois um dia você pode se decepcionar. AME APENAS . Pois o tempo nunca pode acabar com um amor . sem explicação.
    Chico Xavier
    Na vida oque levamos são oque estão em nossos corações.Amigos que conquistamos, quem amamos…E mais nada.
    Por isso é preciso AMAR com todas as forças , aproveitar cada segundo, aproveitar cada momento. Porque o tempo não volta.

    Um grande beijo,
    JaPa ( Edna Inoue )

    • Reply Alê 2 outubro, 2017 at 11:26

      Falou tudo Japa! Que possamos viver a vida e o amor com a intensidade do agora! 🙏🏻💙

  • Reply Marli 15 agosto, 2017 at 14:50

    Maravilhoso!! Viva esse momento e se permita ser Feliz sempre!❤😙😙

    • Reply Alê 2 outubro, 2017 at 11:24

      Obrigada Marli! O amor é algo realmente encantador, eu diria que a consequência da felicidade! rs

  • Reply Adriana Milagres 15 agosto, 2017 at 13:22

    Bem aventurados os que conseguem amadurecer pra viver algo assim e ter uma vida mais suave sem perder o suspirar do amor!
    Salve o Amor e suas mais diversas formas!
    Parabéns para vocês pela bem preciosidade que vem sendo vivida e bastante celebrada na calmaria!👏🏽🌻👏🏽🤗👏🏽🙃👏🏽❤️👏🏽😘👏🏽

    • Reply Alê 2 outubro, 2017 at 11:23

      Aaaah, valeu Adri! Salve o Amor e suas mais diversas manifestações! ❤

  • Reply Adriana 15 agosto, 2017 at 12:36

    Parabéns pelo Blog.
    Beijos

    • Reply Alê 2 outubro, 2017 at 11:22

      Obrigada querida, fico feliz que esteja curtindo! 😉

  • Reply Soledade Gomes 15 agosto, 2017 at 12:31

    Que lindo Alê! Artur da Távola com certeza está entre o melhor do Brasil!!! Que delicia de texto. Obrigada por tantos tesouros que você nos traz 😍😍😍😍😍

  • Deixe um comentário