Viajando com Alê

Por onde andei…

4 março, 2017

Esse post inaugura a série:    

“Igrejinhas preferidas”

 

Apesar de não frequentar missa, me considero católica, rezo quase todos os dias e adoro igrejas.

Sempre que viajo ou até nas minhas andanças por São Paulo, costumo entrar em igrejas, das mais conhecidas e grandiosas, até as pequenininhas (minhas preferidas), que geralmente são ricas em detalhes. Me sinto bem, me sinto em paz. Fico por alguns minutos, faço uma prece de agradecimento e saio muito bem.

Recentemente estive em  Trancoso, o charmoso (e agora famoso), vilarejo no sul da Bahia. Chegando lá, já de longe avistei a Igreja São João Batista mais conhecida como  a  “Igrejinha do Quadrado”.  Foi um reencontro leve e claro, marcado por lembranças boas de tudo que  já vivi por lá. O  tempo estava fechando, o céu meio dramático… Tive uma visão diferente… mas como sempre bonita. Eu tenho a impressão que minhas fotos por si só já traduzem algum “sentimento”, espero que pra vocês que estão lendo também seja assim.

unnamed-2

Lembro-me da primeira vez que estive lá em (1998 ou 1999) e de cara me apaixonei pela igrejinha. Passado alguns anos resolvi unir a paixão pela igrejinha com a vontade de fazer uma festa pé na areia contemplando o mar da Bahia de minha mãe. E foi assim que me casei lá num lindo dia de sol e na presença de mais de 200 pessoas especiais que certamente nunca esquecerão o que vivemos juntos por lá.

121208_FP_0583

Foto Fernanda Petelinkar, vestido Vera Wang

121208_FP_0769

465734_10151338162482597_1363607975_o

O casamento acabou, a fila andou, a vida segue ótima, e eu continuo com o mesmo carinho por Trancoso e pela igreja, até pq fui batizada lá pelo querido Frei José numa cerimônia bem  particular. (Qualquer dia faço um post pra contar a “novela” de não ser batizada e ter casado a primeira vez numa igreja de SP, que alias, vou ter que falar dela também).

77666_10151212727932597_369264802_o

Visão do Quadrado de dentro da Igreja no dia do meu batizado.

415598_10151212727347597_353366004_o

CASAR EM TRANCOSO

Trancoso sempre foi um ponto turístico bastante visitado mas agora, com a ascensão dos casamentos bacanas que começaram a rolar por lá também virou point de gente famosa. Bebel Gilberto casou lá com o empresário Didiê Cunha, Preta Gil e Rodrigo Godoy renovaram os votos do mega casamento (aliás, agora é moda fazer isso, outro dia conto mais!).  E  pra quem não sabe, “minha amiga” blogueira Gabriela Pugliesi é baiana e também vai se casar por lá com o também sarado Erasmo Viana, no dia 22 de abril.

1986180786-gabriela-pugliesi-e-erasmo-vianna-778040351

Vai ser bafônico esse casório, já estou sabendo de tudo pelos meus amigos nativos de Trancoso e se eu for convidada farei vários lives pra vocês! 😛

121208_FP_3484

Vale falar que muita gente pensa que é caro e para poucos, mas garanto que não. Aliás, se alguém quiser casar lá basta falar comigo, é sério!  Organizei o meu praticamente sozinha, apoiada por amigos e alguns parceiros locais e garanto que é mais barato do que casar em SP, além de ser infinitamente mais incrível!

unnamed

A IGREJA

A Igreja São João Batista é simples mas cheia de detalhes e foi erguida em 1656.  À sua frente, no Quadrado, está um povoado feito de casinhas com formato inspiradas nas casas dos índios,  simples e cheias de calor humano. A maioria dessas casinhas lindas e coloridas se tornaram pousadas, restaurantes, cafés e lojinhas bacanas, mas isso vou falar em outro post mais completo sobre todas as dicas de Trancoso para quem quiser ir passear,  aguardem!

121208_FP_0349

São originais os altares, as imagens de São João Batista, São Benedito, São Sebastião e Santo André. Destacam-se, ainda, o púlpito (onde os padres pregavam o sermão) e 2 pias batismais em lioz rosa (tipo de granito) uma está na entrada da igreja e a outra na sacristia.

unnamed-1
Essa lateral da igreja rende uma bela foto com os padrinhos!

Logo atrás da igreja, tem um mirante com uma vista de cair o queixo, contemplar um pôr do sol lá é mágico. Recomendo!

 

Captura de Tela 2017-03-04 às 20.07.01As memórias afetivas são especiais. Sou grata à esse pedacinho de paraíso e sempre voltarei.

Se gostou, curte aí!

Beijos da

ale_logo

You Might Also Like

7 Comentários

  • Reply Aline 6 março, 2017 at 18:26

    Alê amei o post amo igrejas pequena sempre um sinal de aconchego.

  • Reply Ana Claudia 6 março, 2017 at 15:44

    Especial é você!!!! Parabéns pela matéria.

  • Reply Iago Sampaio 6 março, 2017 at 14:08

    Essas Igrejinhas milenares são um barato mesmo! Vc conhece aquela que tem o chafariz que foi gravada a minissérie “Hilda Furacão”? Bem legal tb!

  • Reply Anita 6 março, 2017 at 09:31

    Que coisa linda, Alê! Também adoro igrejas, espero mais textos sobre o tema! E outra coisa…QUE VESTIDO, hein? Já vi outras fotos e SEMPRE preciso compartilhar. SEMPRE! Se eu pudesse me casar de novo (com o mesmo marido, claro rs), eu ia querer um igual <3 Beijo!

  • Reply Adriana 5 março, 2017 at 20:04

    Descrição perfeita, fui agraciada de estar lá e confirmo “tudin”❣️🌻👏🏽🤗😘

  • Reply ligia 4 março, 2017 at 20:19

    Parabéns pelo post… Que coragem! Voltar ao lugar em que se casou e falar com esse leveza e ainda transmitir com riqueza de detalhes o lugar, a igreja… Adorei! Lugar muito lindo msm!

    • Reply Alê 5 março, 2017 at 23:06

      Querida Ligia, o significado da palavra CORAGEM é agir com o CORAÇÃO, e isso eu faço mesmo! <3
      Obrigada pelo elogio ao post! E se não conhece Trancoso, eu recomendo! Fora de temporada é super acessível, posso te dar dicas de pousadas com preços honestos!
      Beijos da Alê

    Deixe um comentário